O que você irá Levar??

18/09/2011 2 comentários



Os anos passam velozes... e o trem da vida continua sua viagem ritmada, quase rotineira; há os que sobem para mais uma etapa de aprendizado e há os que dele desembarcam, sempre no lugar correto e na hora certa. Há infinitos encontros. Muitos passageiros se cruzam como que por encanto a bordo do trem da vida, seja para continuar harmoniosamente algo começado em outra época, em outra composição, seja para resgatar algo que era preciso, que estava combinado em outra dimensão e que precisava ser trabalhado, resolvido, compensado.

Existem viagens longas, cheias de experiências de todos os tipos e matizes e outras bem curtas, realizadas por almas nobres que se doam, que vêm pra trazer a paz e a luz a famílias em conflito ou somente distraídas, distantes da graça e da essência da vida, talvez incapazes de se desvencilhar com suas próprias forças de hábitos e valores obsoletos e limitadores, ou somente distantes da Unidade, da Divindade que todos carregamos em nosso peito.
Ao afastar-se abruptamente de nosso convívio, esses espíritos de Luz deixam inicialmente uma tristeza enorme, uma dor que parece não ter fim, no entanto, sua presença e exemplo serão a semente da transformação, da vida nova para muitas e muitas pessoas.

Tudo está em divina ordem, nada há de errado naquilo que acontece com a gente e à nossa volta, ainda que muitos achem uma grande injustiça a "perda" de jovens em pleno desabrochar, na flor da vida e de adultos capacitados, produtivos, iluminados e responsáveis... Na verdade, nada se perde e essas Almas seguem vivíssimas em outro plano, livres das amarras limitadoras do corpo físico, formando com sua energia cristalina um Todo vibrante, primoroso, magnífico.
Não faço idéia do porquê estou escrevendo sobre isso, mas o que escrevi deve ter endereço certo.
Lembro-me ainda de quando -anos atrás-, questionava o mentor durante as reuniões semanais de um grupo de estudos espirituais, aqui em São Paulo, ou o médium de cura da Casa de Luz Takamura, sempre em busca de umas palavras, confirmando o milagre repetidas vezes realizado antes que "salvasse a vida" de pessoas gravemente enfermas de nosso grupo.
As respostas eram invariavelmente ambíguas, pois nos diziam que aquelas pessoas estavam evoluindo favoravelmente e que tinham praticamente conseguindo curar seus males, "passando de fase"... sendo, no entanto, que as doenças se alastravam mais e mais e as condições de saúde não nos davam mais esperança alguma.

Um belo dia, entristecido e desanimado, desabafei com o mentor, dizendo que tudo que estávamos fazendo tinha sido inútil, pois as pessoas estavam "nos deixando".
O retorno foi aquele do professor bondoso para com o aluno meio bronco que ainda se encontra no começo do aprendizado: "Meu filho, as pessoas que vocês chamam de doentes estão bem, ótimas. Resolveram os problemas que vieram lapidar na Terra. E o que vocês chamam de morte é uma simples passagem, uma volta para casa, uma mudança de endereço vibracional. O que o grupo fez foi vital para a evolução delas. Sim, estão curadas".
Sim, amigos, finalmente agora tenho certeza: estão curadas, estão bonitas e estamos em contato; quantas vezes as pessoas queridas que mudaram de plano nos fazem visitas durante o sono, nas projeções extrafísicas noturnas, interagindo conosco, mostrando um renovado brilho no olhar, uma vitalidade contagiante e alegria profunda. Não estamos simplesmente "sonhando" com elas, podemos senti-las, abraçá-las, tocar suavemente suas almas com nossas mãos de energia, com nosso corpo astral.

É sempre bom lembrar que é o espírito imortal quem organiza e molda a estrutura, as feições e características do corpo físico, o qual, com o afastamento da Alma, retorna mais ou menos rapidamente à terra de onde veio, à natureza da qual faz parte, para ser reciclado e novamente servir de matéria-prima para outros seres que virão. É magnífico perceber que a beleza real não está no átomo, o tijolinho à base de toda a Criação, e sim na centelha divina que consegue organizar, ordenar e fazer funcionar esses tijolinhos em total harmonia, gerando um campo de energia esplendido, criando -é a palavra mais adequada-, o veículo ideal para a viagem das Almas no planeta azul.

Bom, se somos espíritos encarnados, e não apenas meros corpos perecíveis, como podemos estar tão separados de nossa real natureza divina, a ponto de viver na ilusão, na separação, na escuridão e no medo? Nossa caminhada não termina aqui, vara toda a eternidade, todas as dimensões, das mais densas às mais sutis, onde somente reina a perfeição do Amor Verdadeiro, onde nossa consciência é una e é Luz pura, que jamais pode ser contaminada, corrompida, maculada.

Vamos deixar os medos, a ignorância e as necessidades materiais em seus devidos lugares e começar uma Jornada inesquecível, que abrirá as portas à beleza infinita que nos espera? Nada iremos carregar de palpável conosco na hora de deixar nosso corpo por aqui, somente a consciência desperta, a personalidade depurada, as experiências positivas em todos os campos, em todos os Reinos e deixando nossa marca, nossa preciosa contribuição no inconsciente coletivo, a Web Cósmica que continua em incessante evolução, graças também à nossa contribuição...

Acaba de vir um roteiro rápido, "vapt-vupt"
Simplesmente...

SENDO
BUSCANDO
CUIDANDO
PERCEBENDO
PERDOANDO
MEDITANDO
ENCANTANDO-SE
AGRADECENDO
CELEBRANDO
CONTEMPLANDO
AMANDO O OUTRO COMO A SI MESMO

Vamos lá? É fácil, compensador, rejuvenesce, nos mantém saudáveis e felizes, sem medo algum de descer do trem, quando chegarmos à estação, para finalmente voltar para Casa.

Fonte:Sérgio.

2 comentários:

  • Malu disse...

    Já passou pela cabeça das pessoas o quanto de amizade se pode fazer diante de tanta gente assim...?
    Enquanto uns vêem apenas impossibilidades outros se divertem com aquilo que possuem.
    Abraços, minha querida.
    Adorei passar por aqui.

  • andreiapisco disse...

    Olá blogueiro!
    Sou membro da Cia e vim te convidar para participar do nosso livro de poesias e/ou convidar outros blogueiros que vc conheça!
    http://ciadosblogueiros.blogspot.com/2011/09/livro-digital-de-poesias-arte-em-blogs.html
    Conto com sua participação,
    abraço!

Postar um comentário